De inimigo a dizimista

sol02

Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. Filipenses 4:6, 7

 
José trabalhava na manutenção de casas noturnas, especialmente durante o sábado. Apesar de ter muito serviço, nunca lhe sobrava dinheiro para nada, além de muitas dívidas que precisava pagar. Para ele, religião não era um assunto a ser discutido.
 
Contudo, um de seus amigos insistia em conversar com ele sobre a Bí­blia. Certo dia, com a intenção de rebater tudo o que o colega afirmasse, José aceitou discutir sobre o tema. Ao ouvir do amor de Deus não teve pa­lavras para contrariar seu amigo e acabou se comovendo.
 
Dia após dia, sentia que sua vida estava se transformando. Logo, ele e o amigo começaram a fazer um estudo aprofundado das verdades bíblicas. Quando aprendeu sobre o plano financeiro de Deus para manter Sua obra, começou a devolver o dízimo e, pouco depois, a ofertar 3% de seu salário.

Nos estudos que se seguiram, aprendeu que o sábado é o dia especial de descanso e adoração e, mesmo com dívidas a pagar, abandonou seu empre­go. Quando estava preparado, aceitou o batismo e, com ele, toda a família foi batizada.
 
Passou a trabalhar no ramo de peças náuticas e, gradativamente, foi au­mentando seu pacto de ofertas. Dois anos depois, já estava devolvendo 10% de pacto, além de sua fidelidade nos dízimos. Seus negócios cresceram, e ele conseguiu pagar todas as dívidas. Com a experiência adquirida e o bom andamento do comércio, José conseguiu abrir sua própria empresa.
 
Infelizmente, no ano de 2008, a crise mundial abalou sua estabilidade fi­nanceira. Tendo que pagar uma conta alta, José orou a Deus e pediu que lhe proporcionasse o dinheiro necessário. No mesmo dia, recebeu o pagamento de uma dívida antiga que não esperava mais receber. O valor era equivalente à quantia de que precisava. Essas e muitas outras experiências fortaleceram sua fé e a de seus familiares, os quais confiaram ainda mais em Deus e no que Ele está disposto a fazer por aqueles que clamam por Sua ajuda.

 
José Alves
União Sul-Brasileira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *