fazenda

Fidelidade

fazenda

“Tornai-vos para Mim, e Eu Me tornarei para vós outros, diz o Senhor dos Exércitos. ” Malaquias 3:7

Francisco Senna era um bom administrador de fazendas e conduzia bem sua casa e seu trabalho. Por meio de um membro da igreja adventista, ele conheceu a Palavra de Deus e foi batizado. No entanto, as coisas começaram a se complicar depois do batismo. Por obedecer aos mandamentos de Deus, passou a enfrentar dificuldades no trabalho. Mesmo assim, Francisco e sua esposa tinham a convicção de que estavam no caminho certo.

Ofertas de trabalho nunca faltaram. Entretanto, sempre que se negava a trabalhar do pôr-do-sol de sexta-feira ao pôr-do-sol de sábado, as pessoas zombavam dele e se retiravam.

Com a falta de trabalho, a situação financeira começou a apertar em casa. Por isso, Francisco, mais conhecido como Chicão, resolveu fazer um pacto com Deus. Ele prometeu que sua vida dependeria unicamente de Deus e que a partir desse dia não esperaria mais das outras pessoas para encontrar trabalho e passaria a atuar de forma independente. Francisco dedicou sua vida a levar outras pessoas a Jesus e, agradecido, manteve-se fiel nos dízimos e ofertas.

Durante algum tempo, exerceu a profissão de fotógrafo, mas as coisas continuavam difíceis. Foi então que aprendeu o trabalho de pedreiro e se dedicou a essa profissão. Por ser muito caprichoso e detalhista, ganhou a confiança e respeito dos clientes, prosperando em suas atividades.

A mudança foi grande, pois, durante 25 anos de sua vida, Francisco havia administrado fazendas. Contudo, esse tempo não foi suficiente para realizar seu sonho de adquirir uma casa. Em cinco anos como pedreiro, Chicão conseguiu realizar seu sonho e pôde desfrutar a paz e a tranquilidade de servir a Deus.

Aqueles que diziam que Francisco enfrentaria problemas por ser fiel aos princípios divinos hoje o veem como um vitorioso.

Francisco Senna
União Centro-Oeste Brasileira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *