Por que seguimos a Jesus?

sol06

Deus prova o Seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. Romanos 5:8

 
Para ouvir o Mestre, as pessoas se reuniram junto ao mar da Galileia. “En­tão, Jesus, erguendo os olhos e vendo que grande multidão vinha ter com Ele, disse a Filipe: Onde compraremos pães para lhes dar a comer?” (João 6:5). O restante da história é narrado nos evangelhos como uma poderosa manifestação do poder de Deus ao multiplicar cinco pães de cevada e dois peixinhos para cinco mil homens, além das mulheres e das crianças.
 
Nesta semana, o Senhor multiplicou as bênçãos em sua vida e hoje você se dispõe, como bom adventista, a guardar o sábado. Você deve perguntar a si mesmo: Sigo a Cristo devido à Sua providência para comigo? Eu O sigo de forma desinteressada, porque O amo?
 
As pessoas queriam mais de Jesus. Alguns queriam torná-Lo Rei para ser libertos da opressão romana (v. 15). Então, Jesus lhes disse: “Em verda­de, em verdade vos digo: vós Me procurais, não porque vistes sinais, mas porque comestes dos pães e vos fartastes. Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará” (João 6:26, 27).
 
Jesus morreu por nós e essa é a maior manifestação do amor de Deus. Retribuímos nosso agradecimento ao Senhor quando guardamos Seu santo dia, mas isso não passará de um mero costume, a menos que meditemos a cada momento no fato de que “sendo nós ainda pecadores”, sem nada mere­cer, Cristo nos dá a redenção e o perdão dos pecados.
 
Parte da multidão não entendeu as Palavras do Mestre, como diz a Es­critura: “Muitos dos seus discípulos, tendo ouvido tais palavras, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir?” (João 6:60).
 
Você e eu somos a geração que vive no fim dos tempos, e apenas ao nos submetermos ao amor de Cristo podemos ter segurança. Que este sábado seja de reflexão na força que vem do Pão celestial!
 
Vinício Marcillo
Distrito Guayaquil Nueva Alborada, Equador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *