Resposta inesperada

por do sol

Conceda-te segundo o teu coração e realize todos os teus desígnios. Salmo 20:4

Deus reserva bênçãos especiais para os que Lhe são fiéis. Esse é o caso da família de Estela e Ricardo Medina.
 
Quando o casal realizou o primeiro seminário de enriquecimento espiri­tual, entendeu que deveria dar um passo de fé. Estela e Ricardo não apenas se propuseram a ser fiéis a Deus na devolução do dízimo, mas decidiram dar uma oferta na mesma porcentagem do dízimo.
 
No fim de 2012, Estela tomou a decisão de iniciar um empreendimento pessoal desafiador: fazer e vender trabalhos manuais especialmente volta­dos para atividades com as crianças. O empreendimento foi iniciado sob o nome de: Mãos com Arte. Deus abençoou o empreendimento e Estela começou a vender seu artesanato nas reuniões trimestrais e no colégio adventista em que sua filha Lúcia estuda.
 
Deus abençoou o empreendimento, e Estela, agradecida, decidiu não apenas devolver o dízimo e dar suas ofertas, mas também dar uma oferta das “primícias” dos primeiros três meses de trabalho. Seu empreendimento continuou crescendo, graças a Deus.
 
No início de 2013, a igreja que eles frequentavam estava iniciando os preparati­vos para o IV Campori de Desbravadores da DSA. Havia grande expectativa. Como família, eles sempre foram ligados ao clube. Com esforço, juntaram o dinheiro para que Lúcia pudesse participar. Havia alegria e o sonho parecia uma realidade.
 
O filho mais velho dos Medina, Cláudio, tinha o mesmo desejo de assis­tir ao campori. Ele estava distante, em outra cidade, trabalhando por conta própria. Tinha tudo planejado, pois com o dinheiro de seu trabalho poderia viajar e assistir ao campori, em Barretos, SP.
 
Contudo, seus empreendimentos não se concretizaram como esperado e, por fim, Cláudio telefonou para a mãe para dizer-lhe que não poderia ir ao campori. Condoída pelo filho, Estela não sabia o que dizer.
 
Na manhã do dia seguinte, durante o culto, Deus a impressionou com a ideia de que o “Mãos com Arte” iria pagar a viagem. Ligou para o filho, contou-lhe o ocorrido e pediu que orasse, porque ela necessitaria de muito trabalho. Deus proveu tudo para que Cláudio participasse do campori, o que foi uma experiência marcante na vida desse adolescente.
 
Estela Medina
Buenos Aires, Argentina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *