Nunca ficamos sem nada

FAC035

A profecia de hoje envolve Eliseu, sucessor do profeta Elias, e uma mulher viúva e endividada. Aconteceu lá pelo ano 895 AC. II Reis 4:3 e 4. “Disse Eliseu: Vai, pede emprestadas vasilhas a todos os teus vizinhos, vasilhas vazias, e não poucas. Depois entra, fecha a porta sobre ti e sobre teus filhos, deita azeite em todas aquelas vasilhas, e põe à parte a que estiver cheia”.

Algumas rápidas informações sobre o profeta. Eliseu era filho de Safate, que era natural da cidade de Abél-Meolá, que ficava próxima do rio Jordão. O pai dele era um rico fazendeiro. A família de Eliseu viveu toda a crise de apostasia que Acabe levou a Israel, porém eles não dobraram em nenhum momento os joelhos diante de Baal.

Eliseu, em uma de suas viagens, encontrou uma mulher que estava com um grande problema. II Reis 4:1 conta: “Meu marido, teu servo morreu; e tu sabes que o teu servo temia ao Senhor. E veio o credor, a levar-me os meus dois filhos para serem servos”.

Essa mulher havia perdido o marido e herdara uma grande divida. Não tinha condições de pagar. Os credores tinham apenas uma coisa a fazer: levar os dois filhos como escravos. De fato este era um grande problema. Além de viúva, corria o risco de ficar sem os dois filhos. O desespero estava tomando conta desta pobre mulher.

Esta é, amigo ouvinte, a realidade da vida. Estar servindo a Deus não quer dizer que você estará isento de problemas. As dificuldades, os problemas, as tragédias poderão acontecer com qualquer pessoa, independentemente se ela é cristã ou não. Se você é um bom cristão, se você vive o evangelho, prepare-se também para enfrentar alguns problemas e pressões na vida.

O profeta Eliseu perguntou para a viúva o que ela possuía, além dos dois filhos. “A tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite” (II Reis 4:2). É interessante este ponto da história. Deus nunca deixa os seus filhos ficarem sem nada. Sempre você terá alguma coisa que Deus poderá usar para manifestar o poder dEle.

Amigo ouvinte, se você está em dificuldade, não fique prostrado. Olhe ao redor e vai ver que ainda sobrou alguma coisa. Deus nunca permite que seus filhos fiquem sem nada. Veja aí e certamente você vai encontrar algo para Deus usar em seu favor. E mesmo que você não encontre, Deus vai encontrar. Se você perdeu um familiar ou está com uma doença grave, lembre-se que Deus poderá agir através de meios que nós não podemos imaginar.

A viúva tinha apenas um pouco de azeite e nada mais. Humanamente era impossível pagar uma dívida, tendo apenas um pouco de azeite. O profeta dá, então, uma ordem bem específica: “Vai e pede para ti vasos emprestados a todos os teus vizinhos, vasos vazios, não poucos” (II Reis 4:3).

Para que tantos vasilhames vazios? A mulher precisava fazer algo na solução do problema. Ela teria que sair e pedir vasos emprestados a todos os vizinhos; porém, todos deveriam ser vasos vazios. Deus pediu vasos vazios porque às vezes o ser humano quer fazer a parte de Deus. A parte da mulher era sair e pedir vasos vazios. Ela poderia ser tentada a aceitar que alguém colocasse alguma coisa nos vasos emprestados. Por isso deveriam ser vasilhames vazios.

Amigo ouvinte, se você quer que Deus lhe ajude na solução do um problema, faça a sua parte. Se você está desempregado, faça a sua parte, saia e busque um trabalho honesto e decente. Se você quer que Deus atue em sua vida apresente-se a Ele, limpo, vazio, sem nenhum preconceito. Não vá a Deus cheio de idéias próprias. Vá a Ele vazio.

Os vasos emprestados foram recolhidos. Aqui há um detalhe importante. O profeta não deu o numero da vasos que eles deveriam pedir emprestado. A hora de provar a palavra do profeta chegou. Finalmente as tarefas foram distribuídas. Cada um no seu lugar. O trabalho começou e de um pouco de azeite, o primeiro vaso ficou cheio, o segundo, o terceiro e assim todos os vasos. Até que a mãe pediu mais um e o filho respondeu: “Não há mais vaso nenhum. Então o azeite parou”. II Reis 4:6 A palavra profética foi cumprida plenamente. Todos os vasos ficaram cheios. O problema financeiro estava resolvido.

Quero convidá-lo a mais uma reflexão. Sei que você, talvez, já ouviu muitas vezes esta história, mas já parou alguma vez para pensar na causa do azeite ter parado? “Ah! Parou porque não precisavam mais de azeite”. E se tivessem conseguido mais dez vasos, teriam azeite para eles? Eu creio que sim. Eliseu, não havia dado o numero de vasos a serem pedidos. A viúva pediu de acordo com o tamanho da fé que possuía. Se tivessem pedido mais, teriam recebido mais.

Amigo ouvinte, Deus é generoso para com os seus filhos, mas Ele nunca vai dar mais do que a minha capacidade de receber. Esta mulher mostrou o limite de sua capacidade. Não esqueça meu querido ouvinte, na maioria das vezes você está onde escolheu estar. Hoje, quem sabe, você reclama do marido, foi você que escolheu; os filhos dão muito trabalho, mas você decidiu tê-los. Portanto você está onde escolheu estar! Muitos tiveram chance de estudar, mas no tempo de estudar, matavam aula, brigavam com os colegas, e o estudo foi deixado de lado. Hoje choram por ter um salário baixo. Isto é verdade na maioria dos casos!

Segundo a descrição da Bíblia, a viúva vendeu o azeite e reuniu o suficiente para pagar a divida que seu marido deixara e ainda sobrou para a sobrevivência dela e dos filhos.

Amigo ouvinte, esta profecia mostra o grande interesse que Deus tem por nós quando estamos com problemas. Creia nesse Deus e você estará seguro. Creia nos profetas dEle e você prosperará.

 

Fonte:
Encontro com as Profecias
WGospel – Rede Maranatha de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *