O fim do medo e da violência

fim-do-medo

No ultimo programa começamos a estudar uma grande profecia feita por Isaías, que nada mais era do que o grande sonho de Deus para a nação de Israel. O Messias veio para fundar reino dEle e desejava usar o povo judeu para a concretização deste sonho, porém, foi morto pelo Seu próprio povo, porque achavam que Ele era um impostor.

Mas o sonho de Deus continua porque a profecia não foi cumprida plenamente. Na vida de Cristo, ela foi parcialmente executada. Jesus viveu o reino de Deus em miniatura. Em breve o reino terá a extensão de toda a terra. Isaías 11:6-8, diz: “Morará o lobo com o cordeiro, o leopardo com o cabrito se deitará; o bezerro, e o filho do leão e o animal cevado viverão juntos, um menino pequeno os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos juntos se deitarão, e o leão comerá palha com o boi. Brincará a criança de peito sobre a toca da áspide e já o desmamado meterá a mão na cova do basilisco”.

Enquanto vivermos neste mundo dominado pelo pecado assistiremos a constante luta do mais forte contra o mais fraco, a luta do capital contra o trabalho, a luta do rico contra o pobre e vice-versa. Isto é o que é visto em qualquer parte deste planeta. Essa luta não é natural. Deus não criou este mundo para esse fim. A Terra foi criada para ter harmonia, paz, alegria entre os seus habitantes. O pecado, porém, ocasionou esse problema todo, iniciando o processo de separação entre o Criador e a criatura. E Satanás queria mais. Buscou separar o homem, um do outro, o homem dos animais e a separação entre a própria natureza.

A profecia de Isaías diz, porém, que um dia tudo vai ser diferente. Antes de analisarmos as diferenças, quero fazer um pedido a você. Até aqui temos estudado profecias históricas. Os fatos estão aí para quem quiser por si mesmo comprovar. Mas a profecia de hoje foi cumprida em miniatura na vida de Jesus. O grande acontecimento está para o futuro e por isso agora entra um ingrediente chamado fé. Se você crê que a Bíblia é a palavra de Deus, essa profecia também terá o seu cumprimento no tempo devido.

Isaías 11:6 diz que as coisas serão muito diferentes no reino do Messias. Os animais que hoje fogem um do outro, ou onde um tenta devorar o outro, viverão de forma pacífica. O temido lobo, no reino do Messias, mudará a sua conduta. No reino que Jesus prometeu ao Seu povo, o derramamento de sangue não mais existirá. Os instintos naturais dos animais serão inteiramente transformados. A lei do reino de Deus será a lei da vida e do amor. No reino de Deus não se conhecerá nenhuma forma de enfermidade ou dor.

Isaías afirma, pela revelação de Deus, que a ferocidade dos animais desaparecerá. A convivência entre a vaca e o leão será de plena tranqüilidade. É interessante notar que Isaías amplia o quadro de paz e de harmonia ao dizer que um menino pequeno estará no meio de todos esses animais que hoje só podem ser vistos à distância.

Amigo ouvinte, que quadro maravilhoso é apresentado por Isaías. Uma visão gloriosa é esta descrita pelo profeta. Em breve tudo voltará ao seu estado original. E ele menciona que a transformação será tão grande que o leão comerá palha com o boi. Isto quer dizer que no reino de Deus não existirão carnívoros. Nem animais e nem homens. O alimento cárneo não fará parte do regime alimentar no reino de Deus.

O verso 8 de Isaías 11 diz que as crianças brincarão junto a toca da áspide. É mais uma demonstração de que o temor que há entre o homem e homem ou entre o homem e os animais desaparecerá. Nenhum sinal de pecado! As crianças andarão por todos os lados sem a mínima preocupação. Nenhuma mãe ficará ansiosa para saber onde está o seu filho, com que está brincando ou onde ele foi.

Amigo ouvinte, quão bom seria se pudéssemos fugir deste mundo e começar já a viver neste tipo de lugar. Devemos permanecer firmes na fé e na certeza desse novo tempo. Por isso, não olhe só para as tragédias que a cada dia acontecem diante de você. Olhe para a doce profecia do reino de Cristo. Ele mesmo prometeu: “Na casa de meu pai há muitos lugares. Se não fosse assim, eu vô-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também” (João 14:2-3).

Eu espero com muita ansiedade que esta profecia feita por Isaías, cerca de 700 anos antes de Cristo nascer, em breve possa ter o seu cumprimento completo e final. No reino de Deus tudo será diferente. A morte, a doença, o sofrimento, ficarão para um passado bem distante. Apocalipse 21:4 garante: “Deus enxugará de seus olhos toda a lágrima. Não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, pois já as primeiras coisas são passadas”. A dor não pode existir na atmosfera do céu e da terra renovada. Ali não mais haverá lágrimas, cortejos fúnebres, manifestações de pesar. “E morador nenhum dirá: Enfermo estou; porque o povo que habitar nela será absorvido da sua iniqüidade” (Isaías 33:24).

Hoje vivemos num mundo de conflitos. Ao olharmos para qualquer lado vemos manifestações dessa confusão em que vive a humanidade. Mas eu tenho uma boa notícia para você! Em breve diremos estas palavras: “O grande conflito terminou. Pecado e pecadores não mais existem. O universo inteiro está purificado… Desde o minúsculo átomo até ao maior dos mundos, todas as coisas, animadas e inanimadas, em sua serena beleza e gozo, declaram que Deus é amor” (A batalha final, pg.217).

Creia no Senhor Deus e você estará seguro. Creia nos profetas dEle e você prosperará”.

 

Fonte:
Encontro com as Profecias
WGospel – Rede Maranatha de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *