Arquivo da tag: Meditação Pôr do sol

O Deus que sempre cuida

Meditação de Pôr do sol

Saibam, portanto, que o Senhor, o seu Deus, é Deus; Ele é o Deus fiel, que mantém a aliança e a bondade por mil gerações daqueles que O amam e obedecem, aos Seus mandamentos. Deuteronômio 7:9 (NVI)

Maria foi balizada aos vinte anos de idade e se casou aos quarenta. Quando foi ao médico para fazer os exames de rotina, descobriu que estava grávida. No pré-natal, ao realizar uma ultrassonografia mamaria, foi detectado um nódulo maligno do lado esquerdo. Preocupada, orou muito a Deus e pediu que dirigisse os tratamentos.
 
A cirurgia para a retirada da mama estava marcada e, ao entrar no cen­tro cirúrgico, o nódulo, milagrosamente, não existia mais. Ela ficou grata a Deus, mas novos desafios surgiram.
 
Nos exames seguintes do pré-natal, ela foi diagnosticada com hipoti-reoidismo. Sua gravidez era considerada de risco, por conta da idade avan­çada; a junção de outros problemas, durante a gestação, contribuiu para que o quadro da paciente piorasse.
 
Em uma ultrassonografia obstétrica, os médicos lhe informaram que ela estava com aumento do líquido amniótico (que envolve o embrião), o que implicaria em sérios problemas para o bebé. Maria novamente rogou a Deus por socorro.
 
Os transtornos de saúde somaram-se às dificuldades financeiras que Maria e seu marido enfrentavam. Os gastos com os exames e tratamentos aumentavam; por outro lado, houve uma enorme redução na renda do mari­do, que era autónomo e foi afetado por esses contratempos.
 
Nesse período, por mudança na distribuição de horas, Maria viu seu salário cair pela metade, mas ela continuou em oração. Posteriormente, o prefeito convocou todas as gestantes da cidade que eram funcionárias pú­blicas, como Maria, para uma reunião e informou que restituiria o valor deduzido, inclusive o retroativo do mês anterior.
 
Devido à gravidez de risco, ela decidiu que deveria fazer o parto em uma clínica particular. O valor, que era R$ 2.200,00, foi reduzido para R$ 1.600,00, e os irmãos da igreja a ajudaram com R$ 1.000,00.
 
Sua filha nasceu perfeita e, para Maria, essa foi a maior de todas as bênçãos. “Louvo a Deus porque Ele permitiu a provação, mas não me de­samparou. Vale a pena ser fiel e confiar no Senhor.”
 
Maria Andrade
União Leste Brasileira