Arquivo da tag: natal

Quem é Jesus Cristo? Faça sua escolha.

Quem é Jesus Cristo? A pergunta foi formulada por Ele próprio, conforme o registro de Mateus 16:13. Enquanto estava com Seus discípulos em Cesareia de Felipe, Jesus indagou: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?”

Desde aqueles dias, os homens têm manifestado, ao longo da história, diferentes opiniões acerca de Jesus Cristo. Para alguns, Ele é um mito; para outros, um mestre de ética, um bom homem, um tipo de filósofo, um profeta da ordem de Isaías ou Jeremias, um deus menor, ou ainda um guru.

Ele, Cristo não possuiu riqueza, poder posição, prestígio ou influência do ponto de vista humano. Ele nunca recebeu treino especializado em educação formal nas universidades de seu tempo. Até os 30 anos de idade ele trabalhou como carpinteiro de Nazaré. Na infância, entretanto, preocupou um rei e confundiu os doutores no templo. Suas questões, parábolas e ensinos desafiavam os líderes religiosos de seu tempo, bem como as poderosas estruturas do seu sistema social e religioso do judaísmo do primeiro século. Como adulto ele governou o percurso da natureza, acalmando a fúria dos ventos e das águas, multiplicou pães e peixes para alimentar multidões famintas. Como nenhum outro monarca, repreendeu o vento, caminhou sobre as ondas revoltas do mar da Galileia fazendo das aguas o seu tapete. Admirados, os seus discípulos perguntavam entre si “quem é esse homem que até os ventos e o mar lhe obedecem. Mateus 8:27

Suas palavras eram impressivas que mesmo os seus inimigos tiveram que admitir que nenhum homem falou como esse homem. Jesus Cristo nunca compôs uma música, e jamais escreveu uma canção ou um livro, contudo proveu tema para as mais diversas canções, musicas, livros e poemas de todos os compositores, escritores e poetas juntos.

Nunca exerceu formalmente a medicina, em qualquer consultório, mas curou multidões sem remédios e sem cobrar consultas ou honorários. Ao longo da história ele tem curado mais corações partidos que todos os psiquiatras e psicólogos juntos. De fato, coração partido é sua especialidade. Ele nunca comandou um exército, nunca recrutou um soldado, ou disparou uma só arma, e no entanto, nenhum outro líder jamais teve sobre o seu comando mais voluntários.

Aos seus pés, mais rebeldes têm depositado suas armas do sob as ordens do que qualquer outro conquistador. Algo extraordinário em carismática personalidade tem atraído a milhões, e inspirado aliança, lealdade, reverencia de homens e mulheres através de todos os séculos. O nome de filósofos, políticos, estadistas, mestres humanos, cientistas, escritores e teólogos, despontam e desaparecem no decorrer do tempo, mas o nome de Jesus Cristo permanece para sempre atual. O próprio calendário está baseado em seu nascimento. Herodes não pôde mata-lo, o diabo não pôde seduzi-lo, a morte não pôde corromper o seu corpo e a sepultura não pôde retê-lo. Por todos os critérios de avalição, Ele é o personagem central da história. O Novo Testamento não deixa nenhuma dúvida quanto à sua identidade. Quem dizem os homens que eu sou, foi a pergunta que Cristo fez aos seus discípulos. Ele nasceu numa manjedoura comprovada e emprestada porque não houve outro lugar para ele. Cruzou o lago num barco de outra pessoa, e montou num jumento que também tinha sido emprestado para ele. Como Ele próprio afirmou, as raposas têm covis, e as aves do céu tem ninhos, mas o filho do homem não tem onde repousar a cabeça. De fato, o relacionamento de Jesus com as coisas que tanto consideramos importantes ou valiosas, tais como dinheiro, prestígio ou poder é absolutamente extraordinário, sua liberdade em relação a essas coisas foi a última coisa dessas, sendo para nós surpreendente.

Jesus foi o único a afirmar que Ele era Deus. O escritor C. S. Lewis disse o seguinte: “Essa é a única coisa que não devemos dizer: um homem que fosse somente um homem e dissesse as coisas que Jesus disse, não seria um grande mestre da moral, mas seria um lunático, no mesmo grau que alguém que pretende ser um ovo cozinho […]. Faça sua escolha, ou esse homem era e é o Filho de Deus, ou não passa de um louco ou coisa pior. Você pode querer silenciá-lo por ser um louco, pode cuspir nele, e matá-lo como se fosse um demônio. Ou pode prostrar-se aos seus pés e chamá-lo de Senhor e Deus, mas que ninguém venha com paternal condescendência dizer que Ele não passava de um grande mestre humano; Ele não nos deixou essa opção e não quis deixá-la.”

O Novo Testamento não deixa nenhuma dúvida quanto à Sua identidade:
Ele é Deus encarnado (João 1:14);
O Messias (João 1:41);
O Servo do Senhor (Isaías 42, 49, 53);
O bom Pastor (João 10:11);
A Luz do mundo (João 8:12);
O Pão da vida (João 6:35);
A Porta das ovelhas (João 10:7);
O Lírio dos vales (Cantares 2:1);
A Estrela da manhã (Apocalipse 22:16);
A Ressurreição e a Vida (João 11:25);
Ele é o Caminho e a Verdade (João 14:6);
O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1:29);
O único Fundamento (1Coríntios 3:11);
A Pedra de esquina (Efésios 2:20);
A Água da vida (João 4);
O Rei dos reis e Senhor dos senhores (Apocalipse 19:16);
O Amém de Deus (Apocalipse 22:20);
O Alfa e Ômega (Apocalipse 21:6).

Jesus pergunta para você hoje: “Quem dizem os homens que Eu sou?

Faça sua escolha!

Baseado em texto de Amin Rodor e C. S. Lewis.